Você e sua nota de crédito

Compartilhe

Siga no Google Notícias

 

Por: Elias Sfeir – President at ANBC & Climate Council Board Member of São Paulo City

Mês após mês, o ciclo se repete: as faturas e os boletos avolumam-se no endereço eletrônico ou na caixa de correios. Entre tantos papéis e vencimentos, é preciso controle para evitar deixar algo para trás. Os atrasos geram custos financeiros na forma de multa e juros. Além disso, quando recorrentes, sinalizam algo de errado na vida financeira, reduzindo as chances de se obter crédito, caso necessário.

nota de crédito

O esforço para manter a pontualidade compensa: esse é um elemento decisivo na composição da nota de crédito (ou score). Você já deve ter se deparado com essa expressão ao tentar fazer uma compra, contratar um serviço, solicitar um financiamento ou mesmo alugar um imóvel – qualquer coisa que exija uma análise de crédito.

Com base no seu histórico de pagamentos, a nota de crédito indica a probabilidade de inadimplência associada ao seu comportamento de crédito e perfil. Essa avaliação é dinâmica e muda de acordo com seus novos pagamentos, dando ao consumidor a oportunidade de melhorar sua relação com o crédito e obter notas maiores. Quanto maior a pontualidade, melhor a nota de crédito; quanto menor o histórico de registros de negativação, melhor a nota de crédito.

A transformação do histórico de crédito em informações relevantes para os negócios tem sido beneficiada pela tecnologia da informação e pela ciência de dados. Aliado ao novo cadastro positivo, o indicador da nota de crédito tem se tornado cada vez mais preciso para prever o comportamento do consumidor e mitigar o risco de inadimplência.

VEJA TAMBÉM:  Classe C é a que mais controla as contas e sabe o que é nota de crédito, diz estudo

Uma pesquisa realizada pela Associação Nacional dos Bureaus de Crédito (ANBC) mostrou que a maioria dos consumidores brasileiros já sabe o que é a nota de crédito. Segundo levantamento realizado entre agosto e setembro de 2021, esse percentual foi de 66%. Ainda de acordo com a pesquisa, 50% afirmaram conhecer a própria nota, sendo que, entre esses, nove em cada dez tomaram a iniciativa de realizar a consulta.

Para quem ainda desconhece, a nota de crédito está na palma das mãos. Com poucos cliques, é possível consultar a própria nota de forma gratuita. Os birôs de crédito disponibilizam as informações nos sites e aplicativos. Ao final do texto, relacionamos os endereços onde a nota de crédito pode ser consultada, lembrando que pode haver variações entre elas em razão da adoção de diferentes modelos de análise.

Para quem iniciou o ano querendo organizar a vida financeira, o primeiro passo é fazer um diagnóstico da situação. A consulta ao histórico de pagamentos e à nota de crédito é um bom começo. A partir daí, o consumidor deve passar à ação, investigando o motivo dos atrasos. Há casos em que isso decorre da falta de organização no pagamento das contas. Em outros casos, mais graves, refletem o superendividamento e a insolvência do consumidor. Ambas as situações merecem tratamento, até porque o primeiro caso pode levar ao segundo.

Se o simples registro de negativação fornece um retrato do momento, a nota de crédito equivale a um filme, dando mais segurança aos concedentes de crédito. Além de mais completa, a nota de crédito possibilita avaliação quase instantânea dos consumidores, e seu baixo custo facilita o uso por pequenos negócios. Para os consumidores e o mercado de crédito, de maneira geral, o dinamismo da nota de crédito cria um incentivo para a pontualidade nos pagamentos. Sabemos que, em economia, os incentivos são poderosos.

VEJA TAMBÉM:  Tendências em Analíticos e seus impactos

O amplo conhecimento sobre a nota de crédito é mais um capítulo do amadurecimento do mercado de crédito brasileiro. Os birôs continuarão atuando para construir modelos cada vez mais precisos e, ao mesmo tempo, para empoderar os consumidores com informações necessárias para que assumam o controle de sua vida financeira.

Onde consultar

BOA VISTA

https://www.consumidorpositivo.com.br/

QUOD

https://www.quod.com.br/cadastro-positivo

SERASA

https://www.serasa.com.br/score/

SPC

https://www.spcbrasil.org.br/consumidor/

Obrigado pela leitura do artigo! Acesse a página da ANBC para conferir outros conteúdos.