Teles já enviaram cerca de 53 milhões de registros para o Cadastro Positivo

Fonte: Convergência Digital

Compartilhe

Siga no Google Notícias

 

As operadoras de telecom estão no Cadastro Positivo. A entrada do setor de telecom no banco de dados ajudará a promover a inclusão de brasileiros que não têm conta bancária e estão fora do mercado de crédito por falta de informação para avaliação.

Com a entrada do setor, informações de pagamento das contas dos serviços de telecomunicações integrarão o banco de dados do Cadastro Positivo e serão consideradas pelos birôs de crédito (Boa Vista, Quod, Serasa e SPC) na formação da nota de pessoas físicas e jurídicas. Essa inclusão, que expandirá significativamente a base de dados do Cadastro Positivo, atende à Lei do Cadastro Positivo que completa dois anos.

O presidente da Associação Nacional dos Bureaus de Crédito (ANBC), Elias Sfeir, comemora a inclusão financeira de cerca de 13,15% de consumidores de serviços de telecomunicações que poderiam ter dificuldades de acesso ao crédito por serem desbancarizados. A chegada desses dados irá democratizar o acesso ao crédito e poderá gerar melhores condições de contratação para aqueles que têm o hábito de pagar suas contas regularmente.

“Quanto mais informações relevantes para avaliação de crédito, maior a possibilidade de que pessoas físicas e jurídicas, até então sem condição de serem avaliadas, sejam vistas e consideradas pelo mercado de crédito. Portanto, o recebimento dos dados dos clientes das operadoras de telecomunicações é uma medida positiva para os credores, os tomadores de crédito e para a economia”, pontua Sfeir.

Até o momento, cerca de 53 milhões de registros de pessoas físicas e jurídicas foram enviados aos birôs de crédito pelas operadoras de telecomunicações e, desse volume, cerca de 7 milhões de registros são totalmente inéditos, ou seja, não faziam parte da primeira onda de informações enviadas pelas instituições financeiras.

VEJA TAMBÉM:  Válido a partir de 9 de julho, novo Cadastro Positivo pode injetar R$ 23 bilhões na economia do Mato Grosso

O presidente executivo da Conexis Brasil Digital, Marcos Ferrari, destaca que a inclusão vai significar um avanço para as ferramentas de análise de crédito ao incluir brasileiros que não têm conta bancária. Os birôs de crédito esperam a entrada de novos setores no Cadastro Positivo como as concessionárias de energia elétrica e as companhias de saneamento e gás.