Como os birôs de crédito obtêm informações sobre o consumidor?

Autor: Elias Sfeir
Presidente Executivo-ANBC e Conselheiro Certificado-Promovendo a Disciplina de Crédito e Governança Corporativa-Brasil

Compartilhe [addthis tool=”addthis_inline_share_toolbox_m3zg”]

 

A essa altura, depois de ler meu último post aqui no LinkedIn, você já sabe qual é o papel dos birôs de crédito na economia. Vamos falar hoje sobre o trabalho realizado por eles para que desempenhem da melhor forma possível o papel de intermediador nas relações entre credor e consumidor ou devedor.

Birôs De Crédito

Os birôs de crédito obtêm informações sobre o histórico do consumidor ou do tomador de empréstimo por meio de diferentes fontes como bancos, companhias de cartão de crédito, redes varejistas, instituições financeiras não bancárias e empresas de serviços públicos como água, luz e telefone sempre respeitando a regulação local com amplo aparato de segurança.

As informações incluem registro de pagamento de empréstimos, pendências judiciais e possíveis insolvências ou falências de indivíduos ou empresas de pequeno porte. A maioria dos birôs fornece as informações completas, mostrando todo e qualquer tipo de informação existente no histórico de crédito do consumidor ou do tomador de crédito.

A etapa posterior à coleta de informações é compilar esses dados com o objetivo de criar relatório de crédito abrangente a ser utilizado pelas instituições de crédito para tomada de decisão. Através do escore ou da pontuação de crédito, os birôs empoderam o consumidor, que pode obter taxas de juros menores e condições melhores ao pegar dinheiro emprestado.

VEJA TAMBÉM:  Válido a partir de 9 de julho, novo Cadastro Positivo pode injetar até R$ 101 bilhões na economia do Rio de Janeiro