Papel dos birôs também é auxiliar consumidor a tomar boas decisões financeiras

Autor: Elias Sfeir
Presidente Executivo-ANBC e Conselheiro Certificado-Promovendo a Disciplina de Crédito e Governança Corporativa-Brasil

Compartilhe [addthis tool=”addthis_inline_share_toolbox_m3zg”]

 

Papel dos birôs é também auxiliar consumidor a tomar boas decisões financeiras

Os birôs de crédito têm como um dos seus papéis, auxiliar o consumidor a tomar melhores decisões financeiras. Não apenas ajudá-lo a administrar o orçamento mensal como também e principalmente recorrer ao empréstimo de forma sustentável. O uso desse recurso para melhorar suas condições de vida é positivo como o financiamento de um carro ou de um imóvel. Os birôs também municiam o consumidor de ferramentas que permitam a ele fazer boas escolhas no momento de tomar crédito.

Birôs De Crédito

Ao fazer isso, os birôs de crédito evitam que as pessoas assumam mais dívidas do que podem pagar. Essa situação de contas negativas pode levar ao superendividamento, fenômeno extremamente negativo por levar as pessoas à insolvência, o que prejudica não apenas a pessoa insolvente como todas aquelas que se relacionam ou se relacionaram com ela impactando o tecido social.

Duas iniciativas recentes promovidas pela Serasa Experian e pela Boa Vista podem ser destacadas nesse sentido de empoderar o consumidor para que ele faça escolhas financeiras mais assertivas.

Serasa eCred lançado pela Serasa Experian é um serviço online e totalmente gratuito. Por meio dele, o consumidor acessa as ofertas de empréstimo (diferentes modalidades como financiamento de carro e de imóvel) e de cartão de crédito de empresas parceiras da Serasa como bancos, fintechs e financeiras.

Na plataforma, o consumidor já recebe as melhores ofertas de acordo com seu perfil e não enfrenta dificuldades para comparar taxas e condições de pagamento. Para o Serasa eCred traçar esse perfil de forma precisa, o consumidor responde a algumas perguntas que possibilitam o entendimento do tipo de crédito necessário, do valor buscado e do número de parcelas desejadas para o pagamento da dívida.

VEJA TAMBÉM:  Válido a partir de 9 de julho, novo Cadastro Positivo pode injetar R$ 38 bilhões na economia do Distrito Federal

A segunda iniciativa que deve ser destacada é a Cartilha do Orçamento Doméstico criada pela Boa Vista. O objetivo do documento é possibilitar que as pessoas administrem melhor seu dinheiro para que elas possam ter sempre crédito e realizar seus sonhos.

De forma didática, a cartilha demonstra a importância do consumo responsável e de guardar dinheiro para momentos de emergência. Oferece até mesmo um modelo de planilha que facilita a gestão do orçamento. Já de início, nas primeiras páginas do documento, o consumidor é convidado a realizar um teste para verificar como está lidando com suas finanças. A pontuação final vai indicar para esse mesmo consumidor as ações que ele precisa tomar rapidamente para melhorar sua situação financeira.

Estas são algumas iniciativas dos Biros que contribuem para educação financeira do tomador de crédito.